Saúde do Corredor

Dormir mal pode ser considerado um fator de risco para o coração

0

O sono tem um valor importante para a saúde do organismo, e em recente diretriz da Associação Norte-Americana do Coração (AHA) foi recomendado a inclusão do fator sono como risco para doenças cardiovasculares.

De acordo com a AHA que publicou um artigo na revista Circulation, a qualidade do descanso noturno e a saúde cardiovascular estão bem estabelecidas. De acordo com a médica especialista em Medicina do Sono e pneumologista Jessica Polese em mais de 12 anos de avaliações e pesquisas feitas pela Associação, foi percebido este risco. “As enfermidades do coração como infarto e acidente vascular cerebral (AVC) podem ocorrer sem uma qualidade de sono”, explica.

“Sempre debatemos que uma noite mal dormida pode causar obesidade, aumento da pressão arterial, do colesterol, do próprio estresse, assim isto é um reflexo de todos estes males que afetam a saúde do coração”, ressalta Jessica.

De acordo com a AHA, os estudos determinaram que mais de 80% dos eventos que afetam coração e cérebro podem ser evitados por um estilo de vida saudável e dentro disto está uma boa noite de sono.

Doutora Jessica destaca que a duração do sono ideal hoje varia de seis a 8 oito horas de sono. “Existem pessoas que se adequam a quantidade menor e a ideal que é oito horas. O importante para nós e o sono bom, sem interrupções e não trocar o dia pela noite”, destaca. 

Meia Maratona das Praias turbinada em 2023: Night Run, 21k em + de 30 praias, desafio e inscrições a partir de R$ 59

Artigo anterior

Confira a íntegra do Programa Dani-se. Vou Correr deste sábado (01/10/2022)

Próximo artigo

Comentários

X