Circuito do Aço

Circuito do Aço realiza a maior 10k do ES com presença de medalhista, estimula nova geração e transforma vidas

0

Um evento para corredores, para futuros atletas, para aqueles que estão começando a correr e para quem não corre e passa por tratamento ou vive em risco social. Há 14 anos, o Circuito do Aço ArcelorMittal Tubarão, realizado na cidade de Serra, no Espírito Santo, desafia homens e mulheres, promove a atividade física em prol da qualidade de vida e estimula a prática da solidariedade revertendo toda a sua renda das inscrições para instituições que atendem crianças no Estado.

Na manhã deste domingo (16), a 14ª edição do Circuito do Aço ArcelorMittal Tubarão, tradicional no calendário de corridas capixabas, levou quase 1.5 mil corredores a percorrer ruas e avenidas da Serra.

A maior produtora de aço do mundo, além de realizar a maior prova de 10km do Estado, com percurso único e exclusivo, e de oferecer ao corredor um tratamento diferenciado, promoveu a prática esportiva para a futura geração de atletas, com a realização do Circuitinho do Aço, no sábado (15), e trouxe um dos maiores nomes do atletismo brasileiro ao Espírito Santo, Vanderlei Cordeiro de Lima.

No início da manhã, a anfitriã da festa esportiva abriu os portões de sua sede industrial, no bairro Jardim Limoeiro, na Serra. A concentração da prova começou por volta das 6h30, uma hora antes da largada. Um amplo estacionamento e uma infraestrutura confortável para os corredores foi montada para a largada, com banheiros químicos, hidratação e área para aquecimento e alongamentos.

Com a presença do medalhista olímpico, Vanderlei Cordeiro de Lima, padrinho do Circuito do Aço ArcelorMittal, a largada foi dada minutos após a execução do hino nacional.

O percurso técnico com alguns trechos de subida foi percorrido com um grau de dificuldade maior pelos atletas devido ao calor e sol forte. Exclusivo, já que nenhuma outra prova realizada na Serra passa pelo mesmo trajeto, o trecho de 10km estava bem sinalizado, com staffs presentes nos pontos de bifurcações, postos de hidratação totalmente abastecidos e placas indicativas de quilometragem. Itens importantes que deram segurança aos inscritos no evento.

A chegada na Associação Esportiva Tubarão (Aest), em Manguinhos, sempre compensa todo o esforço. Fomos recebidos por um simpático locutor, que emprestava o microfone a quem quisesse contar a sua experiência com a corrida. Um pouco mais à frente, estava o carinho dos staffs que entregavam lanche e o objeto de desejo de todo o corredor, a medalha! Na dispersão, um grande lounge montado com a oferta de serviços de recuperação muscular, entre eles, massagem e banheira de crioterapia!


DE OLHO NA PREMIAÇÃO, AFRICANOS MARCAM PRESENÇA
OS NÚMEROS DO CIRCUITO DO AÇO

CONFIRA  A COBERTURA COMPLETA DO DANI-SE. VOU CORRER!


CIRCUITINHO DO AÇO

Sábado, na véspera do Circuito do Aço, mais de 100 crianças de cinco e 10 anos participaram da 2ª edição do Circuitinho do Aço. O percurso da prova infantil foi todo feito na sede da ArcelorMittal Tubarão (pátio das bandeiras).

As largadas para todas as categorias começaram a partir das 8h30. A distância percorrida pelos corredores variava conforme a idade: 60 metros para crianças com cinco e seis anos; 80 metros para sete e oito anos; 100 metros para nove anos e 120 metros para 10 anos.

PADRINHO DISTRIBUI SIMPATIA E HUMILDADE

O Circuito do Aço da ArcelorMittal Tubarão escolheu um dos maiores corredores da história do atletismo brasileiro, Vanderlei Cordeiro de Lima, para apadrinhar os corredores. O medalhista olímpico distribuiu simpatia em dois dias de evento. No Circuitinho do Aço deu a largada para todas as baterias infantis e no Circuito do Aço distribuiu simpatia, autógrafos e inspirou os corredores inscritos.

Vanderlei participou ainda de vários momentos do evento, incluindo a entrega dos kits dos atletas do Circuito. Além de interagir com os participantes, o vencedor e recordista da Maratona de São Paulo (2002) entregou as premiações aos vencedores.

Entre os títulos de maior destaque de Vanderlei, estão: vencedor da Maratona de Tóquio (1996) e depois vice (1998), terceiro colocado na Maratona de Fukuoka (1999) e ouro na maratona dos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (1999).

SOLIDARIEDADE

O Circuito do Aço, além de promover a saúde e desafiar homens e mulheres, mantém o foco social. Toda a verba arrecadada com as inscrições da corrida foi revertida na compra de DOIS CARROS zero quilômetro, a serem doados para as entidades sociais: Associação dos Amigos dos Autistas do Espírito Santo – AMAES (www.amaes.org.br) e Associação Lar Semente do Amor (www.larsementedoamor.org.br).


Queniana e capixaba vencem o Circuito do Aço ArcelorMittal Tubarão

Artigo anterior

Circuito do Aço ArcelorMittal: Correu? Deixe a sua avaliação!

Próximo artigo

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X