Saúde do Corredor

Como desenvolver resiliência emocional nas adversidades

0

A resiliência, definida como a capacidade de superar dificuldades e se adaptar às adversidades, é uma habilidade essencial para enfrentar situações desafiadoras. Apesar disso, pessoas resilientes não estão isentas de dificuldades, mas conseguem superá-las sem desmoronar, preservando a saúde mental. De acordo com Tatiane Paula, psicóloga clínica, essa capacidade pode ser desenvolvida, contribuindo para o bem-estar emocional.

A importância da resiliência emocional

Na Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), a resiliência emocional é comparada a um superpoder que todos podem desenvolver. “Imagine que os pensamentos são vistos como diretores de cinema, sendo crucial transformar narrativas negativas em positivas. A ação construtiva e o equilíbrio emocional tornam-se pilares, proporcionando uma abordagem positiva e leve diante dos desafios”, relata a especialista.

Como desenvolver resiliência emocional?

Desenvolver resiliência emocional na TCC é comparado a fortalecer um músculo emocional. Tatiane explica que mudar pensamentos negativos, agir positivamente, enfrentar problemas, lidar com emoções intensas e cultivar relacionamentos positivos são estratégias práticas ensinadas. Com prática e apoio, fortalecemos nossa capacidade de enfrentar adversidades gradualmente.

Lidar com falhas é essencial para se fortalecer

Na Terapia Cognitivo-Comportamental, lidar com falhas é encarado como uma oportunidade de aprendizado. A psicóloga aborda que mudar a perspectiva, evitar autocrítica excessiva, quebrar tarefas em passos menores, aprender com os erros, aceitar a imperfeição e reforçar conquistas são abordagens que constroem uma mentalidade positiva e fortalecem a resiliência emocional ao longo do tempo.

O papel das relações pessoais na resiliência 

A TCC destaca que relações pessoais desempenham um papel fundamental no fortalecimento da resiliência emocional. “O apoio emocional, o compartilhamento de experiências, a construção de vínculos positivos, o aprendizado interpessoal e a criação de uma rede de apoio são explorados para criar uma base emocional sólida diante dos altos e baixos da vida”, ressalta.

A terapia pode ajudar

Na TCC, técnicas práticas são utilizadas para desenvolver a resiliência emocional. Reconhecimento de pensamentos negativos, reestruturação cognitiva, estabelecimento de metas realistas, desenvolvimento de estratégias de enfrentamento, aceitação de emoções e exercícios de relaxamento são ferramentas na “caixa de primeiros socorros emocionais”, promovendo o fortalecimento gradual da resiliência emocional.

“Como psicóloga praticante da TCC, destaco o fascínio em explorar a resiliência emocional. Essa jornada dinâmica de autodescoberta e crescimento, focada na interconexão entre pensamentos, emoções e comportamentos, oferece estratégias valiosas para enfrentar adversidades e cultivar uma resiliência duradoura em todas as esferas da vida”, finaliza Tatiane.


Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo da corrida e receber as notícias direto no seu celular? Entre no Grupo Dani-se. Vou Correr no WhatsApp e siga no Instagram


 

As seis maiores maratonas do mundo em 2024: datas e curiosidades

Previous article

Calendário de Corrida Infantil – Confira as provas para crianças no ES

Next article

Comments

Popular Posts

Login/Sign up
X