NewsRun

Condenados homens que mataram jovem negro porque ele estava correndo

0

A justiça americana condenou, nesta quarta-feira (24), três homens brancos pelo assassinato de Ahmaud Arbery, um jovem negro de 25 anos. Travis McMichael, Gregory McMichael e William Bryan usaram uma caminhonete para perseguir Arbery enquanto ele praticava corrida de rua no dia 23 de fevereiro de 2020. O rapaz negro foi baleado no peito com tiros de espingarda. Um vídeo com imagens do crime apontou que Arbery estava desarmado, o que derrubou a versão dos réus de que agiram em legítima defesa.

O júri considerou Travis McMichael culpado de nove crimes, incluindo homicídio doloso e lesão corporal grave. Gregory McMichael e William Bryan foram considerados culpados de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, lesão corporal grave e crimes menores.

Os três devem ser sentenciados a prisão perpétua. Cabe ao juiz decidir, porém, se a sentença terá possibilidade de liberdade condicional. Momentos depois dos veredictos serem anunciados, o pai de Arbery, Marcus, foi visto chorando e abraçando apoiadores do lado de fora do tribunal.

“Ele não fez nada, apenas correu”, declarou o pai do corredor.

Segundo relato de testemunhas, os McMichaels pegaram as armas e entraram numa caminhonete para perseguir Arbery após vê-lo praticando corrida nas proximidades do bairro. Durante a perseguição, o vizinho, Bryan, se juntou aos dois em outra picape. Ele também gravou um vídeo no celular de Travis McMichael enquanto atirava em Arbery.

Embora os promotores não tenham usado o argumento do racismo como motivação para o crime, autoridades federais acusaram os três de crimes de ódio, alegando que eles perseguiram e mataram Arbery porque o jovem era negro.

O júri do caso tem na composição 11 pessoas brancas e 1 negra, uma divisão que causou indignação pública.

Para efeito de comparação, em outro caso de racismo que mobilizou a opinião pública, a morte de George Floyd por asfixia numa abordagem policial, em maio de 2020, contou com quatro jurados negros, seis brancos e dois multirraciais.

Com informações de portais nacionais e internacionais.

Black Friday: Asics oferece descontos de até 50% em tênis de corrida

Artigo anterior

Falsos gurus da corrida: saiba como identificá-los

Próximo artigo

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X