Saúde do Corredor

Riscos do overtrainning podem ser desastrosos

0

Assiduidade e compromisso com os treinos são fundamentais para reforçar a condição de vida saudável. Mas, como tudo na vida, os excessos podem se transformar em grandes problemas. Estamos falando do overtrainning. As consequências podem ser desastrosas

Overtraining é o termo usado para designar um excesso de treinamento. Ocorre quando a pessoa se exercita de forma inadequada, não respeitando os intervalos ou tempo de recuperação. Este exagero poderia ser evitado com um bom planejamento em relação a volume, intensidade e pausas de recuperação.

Causas

A maior causa é o excesso de carga com recuperação inadequada, ou seja, intensidade muito alta por um longo período com recuperação muito baixa. Volume excessivo e má alimentação também entram nessa lista.

Sintomas

O principal sintoma do overtrainning é a fadiga, mas outros também ocorrem, como: diminuição do desempenho físico, da força muscular, do glicogênio muscular, da coordenação, da testosterona e do sistema imunológico favorecendo infecções e doenças. Excesso de sono, anorexia, aumento do cortisol também ocorrem. O problema provoca ainda mudanças psicológicas como depressão, estresse emocional e medo de competição.

Há um detalhe, no entanto: os sintomas do overtrainning podem ser confundidos com os sintomas após um treino normal, o que dificulta sua percepção. A mudança brusca de humor também é relatada como uma característica.

Tratamento

Para tratá-lo, existem algumas sugestões. É preciso fazer uma pausa nos treinamentos para permitir ao corpo o tempo necessário de recuperação. A diminuição da intensidade também colabora, assim como massagens profundas.

Outro importante aliado é a adoção de uma alimentação adequada. Ela deve ser rica em carboidratos, proteínas magras e gorduras saudáveis, com o ômega 3. Além disso, ter uma boa noite de sono ajuda o corpo a se reconstruir e equilibrar os níveis de cortisol. A quantidade de descanso varia para cada indivíduo.

5 dicas para perder gordura ao invés de massa magra

Artigo anterior

Entenda por que o ovo é um aliado da boa alimentação

Próximo artigo

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X